A OMS diz que é “extremamente improvável” que o coronavírus tenha vazado de um laboratório

A missão da OMS acredita que a transmissão de animal para humano por meio de um elo intermediário é a hipótese mais provável para a origem do coronavírus.

Uma equipe de especialistas internacionais liderada pela OMS, que chegou à cidade chinesa de Wuhan em meados de janeiro, concluiu que é “extremamente improvável” que o coronavírus vaze de um laboratório. Desta forma, as investigações futuras não se concentrarão em um incidente de laboratório como uma possível causa do surto.

A equipe disse nesta terça-feira durante uma conferência de imprensa sobre os resultados de sua investigação sobre as origens do SARS-CoV-2 que o coronavírus tem origem zoonótica. No entanto, os especialistas ainda não conseguiram identificar as espécies que deram origem ao vírus ou que atuaram como hospedeiros e tornaram mais fácil sua transmissão aos humanos.

Os pesquisadores acreditam que a causa mais provável do surto inicial foi a passagem do vírus de uma “espécie hospedeira intermediária” para o homem.

Os membros da missão indicaram ainda que, com base nos dados disponíveis, é “impossível” estabelecer como o vírus entrou no mercado de carnes e frutos do mar de Wuhan, onde os primeiros casos foram detectados.

Avaliações

  • muito bom 7
  • bom 9
  • regular 2
  • 3.6

    Score



Jornalista


Comentários do Facebook

Chat aberto