Aluno dispara bomba caseira ‘sem querer’ e fere 6 pessoas em escola nos EUA

Um estudante disparou acidentalmente uma bomba caseira dentro de uma sala de aula, ontem, no estado norte-americano de Michigan. Apesar da explosão ter ferido seis pessoas, o caso não está sendo considerado um ataque intencional e seu autor não sofreu sanções criminais. Além do estudante, de 16 anos, que levou a bomba, quatro outros alunos e um professor ficaram feridos com a explosão inadvertida na Newaygo High School. Logo após o incidente, alunos de outras salas evacuaram o colégio, enquanto equipes de emergência médica e policial eram chamadas para atender a ocorrência.

Apenas o autor da explosão precisou ser internado pelos ferimentos — que não o colocam em risco de vida — enquanto as outras pessoas atingidas pelo artefato buscaram assistência médica para lesões leves. A polícia não revelou imediatamente do que o explosivo caseiro teria sido feito, ou o motivo do adolescente tê-lo levado para escola. A explosão, todavia, não foi vista como “um ataque ou planejado para ser algo malicioso”. “Não foi alguém plantando um artefato explosivo para ferir nossos alunos. Os envolvidos diretamente com a situação determinaram que essa não era a intenção”, disse a superintendente das escolas de Newaygo, Peggy Mathis para o site Mlive. Mesmo sem indícios de que a explosão tenha sido decorrente de um ataque premeditado, a polícia optou por cancelar as aulas em outras escolas no condado de Newaygo, até que as autoridades determinem que não há mais alunos em risco. Um esquadrão antibombas e o FBI (polícia federal norte-americana) foram até a escola, tentando identificar a composição do explosivo.

Fonte: Uol



Jornalista


Comentários do Facebook

Chat aberto